Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. Clarice Lispector
Escrevo como se estivesse dormindo e sonhando: as frases desconexas como no sonho. É difícil, estando acordado, sonhar livremente nos meus remotos mistérios.Clarice Lispector

terça-feira, 15 de junho de 2010

Tempo...


Este é o momento.
Momento de adquirir novos conhecimentos.
Novos saberes.
Novas experiências.
Agora é o nosso tempo.
Um novo tempo.
Tempo de olhar nos olhos.
De novos gestos e palavras.
Tempo de encantamento.
De sintonia.
Tempo de seguir o vento.
Para onde ele possa nos levar.
Livres, leves e soltos..
Sem direção...

Nilce Léa

2 comentários:

  1. Nossa ficou lindo! Não merecia tanto... Você que é poetisa!
    Obrigada! Bjos

    ResponderExcluir