Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. Clarice Lispector
Escrevo como se estivesse dormindo e sonhando: as frases desconexas como no sonho. É difícil, estando acordado, sonhar livremente nos meus remotos mistérios.Clarice Lispector

terça-feira, 15 de junho de 2010

Pássaro reencantado...


Você sempre será o pássaro encantado que me despertou para a vida.
Num vôo rápido inesperado.
Vôo profundo, feito dança,

Dentro de matas, sobre lagos,

na brisa da relva.

Ah, meu beija flor!

Você é luz divina.

Canto e encanto dos meus sonhos e poesias.

O vento da estrada ainda bate no meu rosto.

A sensação da espera,

sua leveza na alma.

Como te queria aqui...

Ainda te reencontro

Num destes vôos inesperados.

Malu Carvalho

Visitem seu site: http://www.malumetamorfose.com/index.php


3 comentários:

  1. Olá amiga.Fiquei muito feliz com a sua publicação.Beijos Malu

    ResponderExcluir
  2. Querida Malu, é uma honra colocar um poema seu aqui...Beijos

    ResponderExcluir
  3. A escolha da foto ficou perfeita.Beijos

    ResponderExcluir